ABOUT                       RECIPES                       LIFE                       INSTAGRAM                       FACEBOOK                       PINTEREST



9.3.16

Peixe escondido sem rabo de fora.
















Não é novidade que nem sempre é fácil as crianças gostarem de peixe.
Os meus rapazes comem, e até gostam, mas sempre que digo que o jantar é peixe, a primeira expressão é de desconsolo.
Faz parte do seu charme.
Com os legumes, de uma maneira geral, a reação é parecida.

Como no cabaz da Prove tem chegado bastante couve-flor, noutro dia fiz um acompanhamento em que a cozi a vapor, cobri-a com o molho de tomate e o queijo ralado que tinham sobrado de uma noite de pizzas e levei a gratinar. Ficou tão bom, que resolvi fazer um upgrade à receita: transformá-la em prato principal, a pensar nos mais pequenos: a ideia é que a couve-flor se confunda com o peixe e que o molho de tomate com o bónus do queijo os entusiasme.

Cá em casa resultou, espero que em vossa casa também faça sucesso!















GRATINADO DE PESCADA E COUVE-FLOR

Para 4 pessoas

3 ou 4 lombos de pescada ou outro peixe branco
1 couve-flor grande ou 2 mais pequenas
2 chávenas almoçadeiras de molho de tomate*
Queijo ralado qb
1 dente de alho
1 folha de louro
Sal qb
Folhas de manjericão para servir


*MOLHO DE TOMATE RICO
1 cebola grande
2 dentes de alho
100 g de cenoura
100 g de abóbora menina
1 pimento vermelho fresco ou de conserva
4 a 5 tomates maduros ou 1 lata de tomate pelado
Sal qb
Azeite qb
Manjericão ou salsa picados (opcional)

Comece por fazer o molho de tomate.
Leve ao lume um tacho com um fundo de azeite (ou use um robot de cozinha). Deixe aquecer e junte as cebolas cortadas em meias-luas e os alhos laminados. Junte a folha de louro e deixe cozinhar bem, até a cebola ficar bem translúcida e começar a querer dourar.
Junte os tomates partidos em pedaços ou o tomate pelado (se usar um robot de cozinha não precisa de retirar a pele dos tomates frescos, pois vai ficar bem triturado), o pimento, a cenoura e a abóbora descascadas e em pedaços. Envolva tudo muito bem, tempere com sal e deixe cozinhar até estar tudo bem desfeito. Retire a folha de louro e junte as ervas aromáticas, se for usar. Deixe ferver novamente e triture com a varinha mágica ou no robot. Prove e retifique os temperos, se necessário. Se achar que está muito espesso, junte um pouco de água e deixe ferver novamente.
Reserve a quantidade de molho para a receita e guarde o restante num frasco esterilizado, que depois de arrefecido pode guardar no frigorífico ou congelar.

Entretanto, leve a cozer a pescada num tacho com água, um dente de alho esmagado e uma folha de louro. Coza também a couve-flor, idealmente a vapor. Escorra a pescada e lasque-a.
Pré-aqueça o forno nos 180º.
Num prato de forno, faça uma camada de couve-flor e regue com um fio de azeite. Faça uma camada de pescada e cubra com o molho de tomate. Polvilhe com o queijo ralado e leve ao forno a gratinar no nível superior do forno durante cerca de 10-15 minutos, vá vigiando para não queimar.
Sirva com uma salada de rúcula e alface e acompanhe com pão para molhar...


Nota: às vezes o molho de tomate exige uma pitada de açúcar para cortar a acidez, mas neste caso, a cenoura e a abóbora cumprem a função de adocicar o molho e este, para além de mais rico em nutrientes, fica delicioso! Ah, os talheres da foto eram os meus talheres quando era pequena :)






5 comentários:

Tânia Tiago disse...


Uma refeição de peixe bem agradável e de excelente aspecto. Adorei!!
Humm... que bom!!
Beijinhos!

http://bimbysaboresdavida.blogspot.pt/

Miranda disse...

Felizmente o meu puto gosta de peixe e de legumes - tem por hábito pedir-me um prato só de legumes por semana! - mas tenho a certeza que se lhe falo nisto, manda-me logo ir comprar couve flor para fazer!!! E eu acho que vou sugerir em breve, pois fiquei mesmo a salivar só de olhar para as fotos!!!
http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

Fátima Fonseca disse...

Cá em casa vai fazer sucesso de certeza, as minhas filhas adoram peixe e legumes.
Vou experimentar esta tua sugestão.
Bjs

Vânia Costa disse...

Couve Flor, peixinho, tomate e queijo?! Ai como gostava de ter esse tabuleiro por perto!
Tem tudo ao meu gosto! Vou experimentar brevemente!
Beijinho :)

Anónimo disse...

Penso que vai ser o nosso jantar de amanhã.
Muito obrigada pela sugestão.
Um dos meus irmãos tinha uns talheres iguais :)
Beijinhos,
Emília Oliveira