ABOUT                       RECIPES                       LIFE                       INSTAGRAM                       FACEBOOK                       PINTEREST



29.5.13

Um crumble diferente para um evento especial.








































Os últimos dias (e a bem dizer as últimas semanas) têm sido bastante intensos por aqui.
Preparar workshops, dar workshops (e dar entrevistas...), desafios inesperados e algumas encomendas pelo meio.
O blog tem andado por isso parado, mas hoje tinha mesmo de vos trazer um post em modo de reportagem e uma receita especial.

Realizou-se no sábado passado o evento de que vos falei a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro. "Uma cozinha pela vida" inseriu-se na iniciativa da Liga "Um dia pela Vida" e foi magistralmente delineado pela Mª João do Clavel's Cook, que convidou o Lume Brando para parceiro desta aventura.
Foi uma honra para mim participar e foi muito reconfortante chegar ao fim cansada, mas sentir toda a plateia entusiasmada e satisfeita.

A palestra do Dr. Bruno Maia, nutricionista e médico (que gentilmente se juntou a esta causa e que no dia aceitou de forma divertida ser nosso ajudante de cozinha) foi muito, muito interessante e reteve a atenção dos participantes, que puderam fazer perguntas e esclarecer diversas dúvidas.

A cooking lesson da Mª João foi deliciosa e pro como ela é, encantou todos os presentes: dos cogumelos à limonada de bagas goji, passando pelos brócolos salteados com amendoins, só se ouvia "Mmmmm.... que bom"!

Depois dos salgados, chegou a hora dos doces com pouco açúcar: crepes que levam azeite com frutos vermelhos, crumble natura e batido de anona (este último não pôde ser provado em todo o seu esplendor, pois as únicas anonas que consegui encontrar já se encontravam num estado algo duvidoso, o que foi uma pena, porque o batido com anona fresca e madura fica mesmo agradável e saboroso).
O crumble natura, adaptado de uma receita que vi no fantástico In the mood for food, fez imenso sucesso e é por isso a primeira receita de sábado a ter lugar aqui no blog.

Quero agradecer uma vez mais à Mª João por esta oportunidade, que para além de me ter permitido apoiar uma causa tão importante, obrigou-me a pesquisar e a aprender mais sobre hábitos alimentares saudáveis. Obrigada também a todos os que se quiseram juntar e contribuíram para o sucesso do evento: aos queridos participantes, à galeria 604 R/C, que cedeu o seu fantástico espaço, à Bonsalt, que forneceu o sal sem sódio especialmente indicado para hipertensos e ofereceu embalagens aos participantes, à Floresta Viva, que contribuiu com deliciosos cogumelos biológicos shitake, à Sabor da Fruta, que forneceu quase todos os legumes e frutas e, finalmente, à DeBorla, que ofereceu à Liga todos os utensílios de cozinha que utilizámos. Um agradecimento especial à Marta e ao Marlon Ayres pela cobertura fotográfica e audiovisual, que irá ajudar a perpetuar na nossa memória este evento tão especial, para não falar que sem as suas imagens este post não seria a mesma coisa.

Para ler o relato da Mª João Clavel sobre o evento é aqui.

E agora, toca a preparar os workshops para o Cozinha de Blogs!

PS: excepcionalmente, este post não foi traduzido para inglês.




























Crumble Natura
(adaptado daqui)

Para cerca de 6 taças pequenas

10 peças de fruta não muito grandes (ex.: pêssegos e bananas)
75 g de nozes
75 g de amêndoas com pele
Cerca de 15 tâmaras secas s/ caroço
Canela em pó qb
2 colheres de sopa de mel ou a gosto
Sumo de 1 laranja pequena
2 iogurtes tipo grego naturais sem açúcar
Chocolate preto para decorar

Levar a tostar as amêndoas numa frigideira anti-aderente.
Num processador de cozinha, colocar as amêndoas tostadas e arrefecidas, as nozes e as tâmaras descaroçadas e triturar em pedaços grossos (não triturar demasiado), até ficar com o aspecto de um crumble.
Passar para uma taça, juntar a canela e o mel.
Lavar, descascar e cortar a fruta em pequenos pedaços.
Regar com o sumo de laranja.
Triturar metade da fruta até ficar em puré e dividir pelas taças.
Colocar por cima fruta em pedaços e cobrir com o crumble. Servir com uma colherada de iogurte e raspas de chocolate preto.


10 comentários:

Rute Jacinto disse...

Adorei a partilha e o evento em si. Se não fosse de tão longe também teria estado presente. Foi realmente um evento muito bom e por uma causa tão nobre. Obrigado e boa sorte para o próximo :)

Momentos Editados disse...

Têm de repetir este evento em Lisboa, tive muita pena de não conseguir ir. Entretanto vou-me deliciando com os vossos relatos e com as maravilhosas imagens :)

Maria João Clavel disse...

Adorei este resumo! Está tudo tão bem relatado que parece mesmo que estamos lá de novo. Obrigada eu por tudo, Teresa. É um prazer trabalhar contigo! Terá sido a primeira de muitas, tenho a certeza. Um beijinho enorme e... boa!!! Temos receita online! ;)

Caty disse...

Teresa, o workshop foi maravilhoso e ADOREI este crumble. Uma receita que vou fazer de certeza :)
Adorei conhecer-vos pessoalmente (são uma simpatia) e adorei ouvir o Dr. Bruno Maia.
Haja mais eventos destes para podermos contribuir para causas como esta.
Obrigada pela maravilhosa tarde.
Bj
Carla Calçada

Lurdes Losquinhos disse...

Gostei muito do evento.
O crumble deve ter ficado uma maravilha.
Bjs

Ana Rita disse...

Parece me ser uma delicia de receita...
A guardar!!!
Bjoka
Rita

Ritz ☁ disse...

Tão bom!
Adorava ter lá estado!

Marmita disse...

Que lindas estão as duas, como disse à Maria deve ter sido uma tarde muito bem passada. Tenho tanta pena o Porto ser tão longe de Lisboa :( beijos

Diana disse...

Teresa, fico tão contente por te teres inspirado no raw crumble!!! eu acho uma sobremesa deliciosa que não fica nada atrás do crumble tradicional, e gostei da tua adaptação; tostar as amêndoas dá outra profundidade de sabor sem dúvida! bjinho

foodwithameaning disse...

Iniciativas destas são de louvar: os blogs juntos por uma causa maior. Nunca saberemos quando iremos estar do lado de quem sofre.
Parabéns a si e à organização.
Um abraço aqui dos Açores.
Patrícia