ABOUT                       RECIPES                       LIFE                       INSTAGRAM                       FACEBOOK                       PINTEREST



18.2.14

O drama dos domingos à noite.






Em casa dos meus pais nunca se janta - ou melhor, nunca se cozinha à noite - ao domingo.
Em casa dos meus sogros existe o mesmo hábito, o que me simplificou a vida nos primeiros tempos de casada.
Mas não quer dizer que não se coma. Normalmente faz-se uma refeição leve, com sobras do almoço, ou então faz-se um lanche mais tardio, com chá e torradas.
Mas cá em casa, desde que o apetite dos rapazes se tornou um caso sério, há sempre uma pergunta a meio da tarde de domingo, que rompe com o cenário idílico de um fim de dia no sofá, sem tachos nem fogão: "Mãe, o que vai ser o jantar?". E de repente, sobretudo no início, instalava-se em mim 'o drama, a tragédia, o horror'. Atenção: eu adoro cozinhar. Mas também adoro às vezes não ter de o fazer!

A pergunta domingueira dos rapazes é inevitável e a resposta que me apetecia dar ("Faço-vos um Nestum ou um Cerelac, que dizem, ãh?"), nunca chega a ser verbalizada, ao imaginar as suas caras de desconsolo. Acabo por improvisar qualquer coisa, a par de um prato de sopa (que normalmente nunca falta no congelador). Às vezes trago sobras de casa dos avós. Mas nem sempre.

Tudo isto para dizer que estas caixinhas de pão de forma são muitas vezes a resposta à pergunta esfomeada. O recheio vai variando consoante o que há no frigorífico e são sempre um sucesso.

Quando a simpática Catarina, do blog "A menina da Mamã", me desafiou a apresentar uma receita na sua rubrica "Crescer com Sabores", lembrei-me de imediato deste big hit familiar (sim, porque eu e o pai acabamos sempre por devorar algumas também). Não sei quem inventou esta forma de usar o pão de forma, mas quem foi está de parabéns, pois é absolutamente genial.

Para quem ainda não tinha visto a receita aqui, cá está ela.


CAIXINHAS DE PÃO COM COISAS BOAS LÁ DENTRO
Para 4, como refeição leve

8 fatias de pão de forma (usei integral, com sementes)
8 tomates cherry
8 ovos de codorniz
4 fatias de fiambre ou 2 linguiças partidas aos pedacinhos
1 chávena de molho de tomate (usei caseiro, receita aqui)
1 chávena de queijo ralado
Pimenta preta
Folhinhas de manjericão para decorar

Unte com manteiga oito cavidades de um tabuleiro para muffins e polvilhe com farinha.
Pré-aqueça o forno nos 200º. Passe o rolo da massa pelas fatias de pão, uma a uma, para que fiquem mais finas. Apare a côdea com uma faca (ficam mais bonitas sem a côdea), e introduza uma fatia em cada cavidade untada do tabuleiro, moldando-a como se estivesse a forrar uma base de tarte.
Agora recheie as caixinhas: uma camada de queijo, uma camada de molho de tomate, pedacinhos de fiambre ou linguiça, um tomate cereja partido ao meio, outra camada de queijo. Não encha demasiado as caixinhas, pois ainda vão levar o ovo de codorniz.
Leve ao forno cerca de 12 minutos na posição do meio. Retire, coloque um ovo de codorniz em cada caixinha, polvilhe com pimenta preta acabada de moer e leve de novo ao forno, agora numa posição superior, cerca de 5 minutos ou até os ovos estarem no ponto. Não deixe cozinhar os ovos demasiado, fica delicioso com a gema ainda líquida.
Decorar com as folhinhas de manjericão e servir com salada.


19 comentários:

Ana Rita disse...

Aqui sofro do mesmo no Domingo á noite. Por aqui é dia de "restinhos" como os meus filhos lhe chamam...Acabamos com tudo o que houver e cada um se serve doq ue gosta mais.Ás vezes completa se com uns ovos mexidos dentro de um pão e ficam todos satisfeitos.
Agora este teu hit é um excelente ideia....Vou usar este Domingo caso os restinhos sejam diminutos....
Bjoka
Rita

Lia Teixeira disse...

Olá Teresa,
Cá em casa também não se cozinha ao Domingo à noite e esta tua sugestão é fantástica e deliciosa e aposto que os meus pimpolhos iriam amar!!
beijinhos,
Lia.

Petiscos e Miminhos disse...

muito bom!
ultimamente também tenho feito muitas cestinhas de pão ;)

Coisas e Coisinhas disse...

Tão simples e com um aspecto tão delicioso!
Aqui por casa aos domingos também se "inventam" sempre comidinhas deste género, muito rápidas, saborosas e reconfortantes!
Vou experimentar esta de certeza.

Beijinhos,
Vânia

Ondina Maria disse...

Na minha familia nã há o hábito de jantar ao domingo. É como vocês, fazia-se um lanche ajantarado. Em casa da minha avó havia sempre regueifa fresquinha. Calhou-me em sorte um homem para quem o domingo pode calhar em qualquer dia da semana. E claro, há que fazer jantar a sério. O que vale é que ele ajuda ou, muitas vezes, cozinha tudo :D

Iguaria Desigual disse...

Olá,
Domingo é mesmo um dia para descansar um pouco e esta ideia parece-me muito bem. Simples e original. Gostei.
Vanda

Susana Machado disse...

Uma verdadeira maravilha, e assim todos ficam satisfeitos!
Beijinhos,
http://sudelicia.blogspot.pt/

Anónimo disse...

Ola Teresa,
Como me revejo na sua pouca-vontade de cozinhar ao domingo a noite e os meus filhos a meio da tarde tambem perguntam o que é o jantar e recusam ouvir um qualquer coisa/restos/sopa/papas de aveia...nada disso!!! Tenho sempre de cozinhar..por isso vou experimentar esta sua receita.Beijinhos e Obrg
Claudia Cunha

Ratolinha disse...

Acho que é geral os jantares de domingo à noite. Eu tb faço uma sandoca e uma sopinha e chega.
Gostei dessa sugestão.
bjinhos

Raquel Raminhos disse...

Cá em casa também há esse drama, mas nem sempre é ao domingo! Muitas vezes a preguiça de cozinhar vem depois de um looongo e cansativo dia de trabalho, em que chegamos os 2 esgotados e só a ideia de mexer um dedo parece dolorosa!
Entretanto, gostei tanto das "caixinhas" que já fiz a minha versão: http://amor-as-camadas.blogspot.pt/2014/02/gourmet-ou-rustico-ovos-em-cocotte.html
Muito muito bom... Pronto num piscar de olhos e parece que estivemos horas a cozinhar! Fica lindo e acabado de sair do forno é o ponto final perfeito para um dia de correria ou para um domingo de descanso :)

Masterchef cá de casa disse...

Cá em casa também não se cozinha ao domingo à noite. Geralmente faço uma piza pu bruschettas. Mas gostei destas caixinha, vou fazer,

frango do campo disse...

Hehe cá em casa também é assim! Ao domingo nunca há um jantar :) ora há um lanche ajantarado ou uma sopinha. Nada de muito elaborado :) e calhou-me em sorte um homem que também vem habituado ao mesmo hehe
um domingo destes faço uns cestinhos com os "restos" do almoço :) beijinho**

Flores de Oliveira disse...

Brilhante, a sério! Vou já experimentar no próximo domingo (que as minhas crianças também gostam de comer "comidinha").

Maria João Clavel disse...

Oi! :)
Olha, vou-te ser sincera, eu sempre jantei ao domingo e em casa dos meus sogros têm a mesma tradição que contas. Nem imaginas como eu própria ficava desconsolada... adoro jantar... Tirem-me almoços, mas não me tirem os jantares.. de que dia for. Claro que quando não tinha filhos às xs comia umas porcarias, mas comia sempre e bastante. eheheh
Mas esta tua sugestão??? WOW é mesmo um máximo. Tenho de fazer com a Maria, ela vai adorar.

PS - amo as tuas fotos. Este teu cantinho está cada dia mais lindo! É um prazer para a alma vir aqui.

Marmita disse...

Uma receita super simples e bonita, adorei a sugestão aposto que os miudos adoraram ver-te fazer essa receita! um beijo

Raquel Alabaça disse...

Cá em casa opto pelo lanche ajantarado, mas os miúdos às vezes pedem qulquer coisa por volta do jantar. Nunca me lembre destas cestinhas, são realmente uma boa opção!
Beijinho

pimentinha disse...

As caixinhas de pão de forma ficam sempre bem, mas estas ficaram divinais!!

Ovelha Negra disse...

Cá em casa o regime é o mesmo, o que dá sempre azo a invenções rápidas e leves.
Não conhecia o blog, e não me lembro como é que dei com ele, mas estou a adorar. Parabéns :)
http://acozinhadaovelhanegra.blogspot.pt/

iwantobakefree disse...

É uma excelente sugestão. Só fiz ainda uma vez algo parecido para para entrada :).