ABOUT                       RECIPES                       LIFE                       INSTAGRAM                       FACEBOOK                       PINTEREST



2.6.15

Das coisas boas de Avintes.



[Texto e receita publicados no jornal Observador em 17 de fevereiro de 2015]

Há mais em Avintes do que broa*. Há amigos. E dos bons. E não é de descuidar a amizade com alguém de Avintes, sobretudo se for um orgulhoso inveterado da sua terra que, entre outras coisas, nos faz chegar a casa a melhor broa – aquela escura e húmida, que nada tem a ver com a que se vê nos supermercados - mesmo que nos separem centenas de quilómetros.

Claro que estas minitartes, de sabores bem portugueses combinados sem segredo, podiam ter sido feitas com outro tipo de broa. Mas não era a mesma coisa.














MINITARTES DE BROA DE AVINTES, ALHEIRA E ESPINAFRES

Para 4 ou 5, dependendo do tamanho das formas

130 g de broa
20 g de azeite
¼ de alheira de boa qualidade
2 chávenas almoçadeiras de espinafres frescos
Azeite qb
2 dentes de alho picados
4 ou 5 ovos de codorniz
Pimenta preta acabada de moer

Pré-aqueça o forno nos 180º. Unte forminhas de queque com manteiga ou azeite e polvilhe com farinha. Rale a broa num processador de cozinha. Junte o azeite e envolva, deve ficar uma massa moldável. Forre as forminhas de tarte com a massa, pressionando-a no fundo e à volta, esticando-a bem com os polegares; não precisa de forrar as paredes das formas até cima. Retire a pele à alheira e distribua o recheio pelas formas. Leve ao forno cerca de 15/20 minutos, até a alheira começar a borbulhar e massa de broa começar a ficar crocante. Entretanto salteie os espinafres (ou outras folhas verdes, como por exemplo grelos previamente cozidos al dente, com 1 dente de alho picado num fio de azeite. Retire as tartes do forno, distribua os espinafres, pressione um pouco para formar uma cavidade em cada tarte e coloque aí um ovo de codorniz (para partir os ovos de codorniz, pouse o ovo numa tábua, segure-o com cuidado e abra-o com uma faca afiada, começando por espetar esta na casca, sem pressionar demasiado). Leve ao forno mais 10 minutos ou até o ovo estar ao seu gosto (vá espreitando). Deixe arrefecer um pouco, desenforme com a ajuda de uma faca, salpique com um pouco de pimenta preta acabada e moer e sirva acompanhado de uma salada.

*Para os interessados, aqui fica a informação de que todos os anos, em setembro, realiza-se a Festa da Broa, uma oportunidade excelente para ficar a conhecer melhor este produto tradicional e, já agora, outros tesouros de Avintes, como por exemplo, o Parque Biológico de Gaia e o Zoo de Santo Inácio.


6 comentários:

Sónia disse...

Ahhhhh... Que delicia deve ser!
Vou testar aqui em casa! :))

Sonia

Maria João Barbeitos disse...

Adorei a sugestão! Nunca tinha pensado nisso, mas deve ficar qualquer coisa de muito bom! E lindo! Obrigada!

Miranda disse...

Que aspecto maravilhoso!! Nunca comi a verdadeira broa de Avintes, que vergonha.
http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

Marmita disse...

Gosto imenso de broa, mas confesso que essa nunca provei e nem sequer vi. Mas só a combinação que fizeste está divinal, Apetece ir já a Avintes :) beijo

Lucilia Carmo Ferreira disse...

Vou experimentar, deve ser uma delícia. Obrigada!

Sophie disse...

Looking at this, my mouth is watering. Who would have thought bread can make a good crust? Also I am surprised I am reading this in English! Take care.