ABOUT                       RECIPES                       LIFE                       INSTAGRAM                       FACEBOOK                       PINTEREST



5.7.10

Um livro, uma receita #15






Eis o meu primeiro livro de culinária.

Devia ter aí uns 8 ou 9 anos quando me foi oferecido.
Infelizmente, não me lembro quem foi essa alma visionária.
Nessa época não sonhava sequer que viria a gostar tanto de cozinha, nem poderia imaginar que um dia existiria esta plataforma extarordinária de partilha chamada blog, mas o bichinho já cá estava.

Lembro-me de ser pequena, de andar na primária (o que me custa dizer 1º ciclo!) e ir muitas vezes com o meu pai para o escritório. Enquanto ele trabalhava a sério, eu passava à máquina receitas de cozinha dos livros da minha mãe e da minha tia que vivia connosco.

Fiquei por isso radiante quando há uns meses o descobri em casa dos meus pais e o pude trazer para lhe dar o merecido lugar na minha colecção. Afinal, este foi o primeiro dos setenta e tal livros que se acotovelam nas prateleiras (e que ainda me sabem a pouco).

Tratando-se de uma adaptação, esta versão portuguesa é de Maria de Lourdes Modesto, o que o torna ainda mais especial. E não é que as receitas continuam bem apetitosas e actuais?

Trufas de chocolate

200 g chocolate em tablete
100 g açúcar em pó
(usei 75 g)
100 g manteiga amolecida (e não derretida!)
1 gema
50 g de cacau em pó
(usei menos, aí uns 35 g)

Derreter o chocolate em banho-maria.
Numa taça, juntar a manteiga com o açúcar, amassando bem com um garfo.
Juntar a gema e por fim o chocolate, já morno.
Se o creme estiver demasiado mole para moldar bolinhas, levar ao frigorífico durante uns 15 minutos.
Moldar bolinhas com ajuda de uma colher de chá e passar pelo cacau em pó.
Colocar em forminhas de papel e levar ao frigorífico cerca de 1 hora antes de servir.
Se estiverem muitas horas no frigorífico
(se sobrarem de um dia para o outro, por exemplo), retirar do frio uma meia hora antes de servir, se não estarão muito duras.

O resultado são uns bombons macios e de sabor intenso, perfeitos para servir com o café. Inicialmente esta empreitada ia ser feita a 6 mãos, com os meus rapazes pequenos a darem uma ajuda, mas ainda bem que trocaram a cozinha por uma sessão de pista de motos. É que não achei a massa muito fácil de moldar por mãos tão pequeninas...

8 comentários:

são33 disse...

ADORO ESSES LIVROS ANTIGOS FAZEM-ME LEMBRAR QUANDO EU ERA PEQ. SAUDADES....BJ

Marina disse...

De setenta e tal livros de culinária já postas-te 15 receitas... já não falta tudo!
Acho muito engraçada essa ideia de ires partilhando 1 receita por livro.
Gostava de encontrar um como este, para crianças, para oferecer... mas isso já não se encontra à venda...
Beijinhos.

moranguita disse...

uma recordaçao bem doce
que delicia
beijinhos

Catarina disse...

Bem... Eu tenho praí 100 revistas, mas livros "à seria" tenho 3 e quase não experimentei receitas... Imagino a fonte de inspiração que há por aí!

krasiva disse...

Que giro, também tenho esse livro...que deve andar em casa dos meus pais. Foi o meu primeiro livro de culinária e fiz mts dessas receitas.bj

Anónimo disse...

Olá.
Já visito o teu blogue há algum tempo (adoro, parabéns!) e hoje dei de caras com esta relíquia. Esse também foi o meu primeiro livro de culinária, e guardo-o com muito carinho. Ainda hoje faço o gelado de amoras (a maioria das vezes com morangos). É delicioso e muito prático. E ainda me recordo do tempo em que ia com um primo colher amoras, nas férias de Verão, para depois fazermos o gelado. Que nostalgia me deu agora :)
Sónia

Isa Lourenço disse...

Olá Teresa!!

Que giro, também tenho esse livro e também foi o meu primeiro livro de culinária.
É sem dúvida um excelente livro.
Já andei na feira do livro à procura de edições iguais para comprar, pois o meu está muito velhinho e não encontrei :|

Bjocas

SweetBerryme disse...

Encontrei o blog através de uma amiga que pôs um link do bolo dos pássaros no facebook e fiquei fã ! Adoro tudo, desde o nome, as receitas as fotografias, tudo uma verdadeira delicia! Também tive este livro de receitas e ainda tenho, acho que ainda experimentem a fazer algumas receitas quando era pequena.

Teresa