ABOUT                       RECIPES                       LIFE                       INSTAGRAM                       FACEBOOK                       PINTEREST



8.2.11

Maçãs ao sol.




Estas fotos foram tiradas num dos últimos dias de sol de 2010.
Encontrei-as ao remexer nos ficheiros caoticamente arquivados do Lume Brando e achei que era uma boa receita para publicar por estes dias, em que o sol de Inverno nos tem feito companhia.

A receita é da minha mãe, que a faz muitas vezes, sobretudo quando tem um lanche com as amigas vicentinas, normalmente para tratarem de assuntos ligados ao movimento de solidariedade de que fazem parte há muitos anos.

A par das rabanadas (as melhores do mundo!), é talvez o doce que mais associo à minha mãe, mais dada aos salgados. A altura em que me soube melhor, foi quando cheguei a casa depois de ter tido o meu primeiro filho e tinha uma tarte de maçã destas à minha espera. Depois de um parto complicado e de um desconsolo inexplicável nos primeiros dias de puérpera, esta coisa boa e despretensiosa comida ao pequeno-almoço, à sobremesa e ao lanche (acho que a comi praticamente sozinha) fez maravilhas.

Nós chamamos-lhe tarte, mas no fundo é mais um bolo.




Tarte de maçã da mãe

2 maçãs grandes ou 3 médias
4 ovos
125 g manteiga ou margarina amolecida
250 g açúcar + 1 colher de sopa
250 g de farinha com fermento
Sumo de 1/2 limão
Geleia para pincelar


Pré-aquecer o forno nos 180º. Descascar e fatiar as maçãs para uma travessa ou prato fundo. Juntar o sumo de limão para que não oxidem e 1 colher de sopa de açúcar, envolver bem e deixar a macerar enquanto se prepara o resto da receita.
Numa taça, bater bem o açúcar com a manteiga amolecida. Juntar os ovos inteiros, um a um, e por fim a farinha.
Verter esta massa para uma tarteira e dispor as fatias de maçã por cima. Levar ao forno até ficar bem douradinha e um palito sair seco do seu interior.
Pincelar com geleia antes de servir.

11 comentários:

♥♥ belinhagulosa ♥♥ disse...

Este bolo é uma delicia,adoro.
E que belas fotos,bjokinhass

Babette disse...

Uma receita já de si apetitosa, com uma história deliciosa associada. Ainda por cima, uma receita de mãe. Essas e as das avós são únicas!
beijinhos
Babette

Margarida disse...

Levo-a (a receita) comigo. Não resisto a tartes/bolos de maçã e esta tem um aspecto super delicioso! beijinho

pipoka disse...

Adoro tudo o que leva maçã, sobretudo quando acompanhado de tão boas memórias.

beijocas

Luísa Alexandra disse...

Que delícia de tarte, mesmo apetitosa.

moranguita disse...

seja um bolo ou tarte esta linda e super deliciosa acredito
e nao ha melhor consolonao e mesmo?
beijinhos

Pauluxa disse...

Olá,
Em primeiro lugar parabéns pelo teu blogue, receitas deliciosas com bolos maravilhosos.
Estas "Maçãs ao sol", são uma óptima ideia e ficou com um aspecto maravilhoso.
beijinhos e um bom fim-de-semana

sabores com contraste disse...

Comecei hoje a seguir o Lume brando e fiquei fã! Parabéns pelo blog, cheio de luz, imaginação e sabor.
beijinhos

www.saborescomcontraste.blogspot.com

Ju disse...

Fiz hoje a receita, com um pouquinho menos de açúcar, ainda não provei mas ficou com óptimo aspecto! Todo o teu blog é de babar, parabéns!

Tia Joni disse...

Parece deliciosa!
Já agora, uma pergunta: pode ser feita numa tarteira de altura normal ou tem de ser numa tarteira mais alta (como é uma espécie de bolo)?

Lume Brando disse...

Olá Tia Joni, muito obrigada pelo seu comentário. Quanto à tarteira, pode ser uma tarteira normal, daquelas onduladas, ou então uma forma de fundo amovível. O mais importante é não ser nem muito grande ou muito pequena em termos de diâmetro. Já usei vários tipos :) Se ficar mais baixo é só retirar um pouco antes do forno, pois à partida irá cozer mais rápido..
Um beijinho
Teresa