ABOUT                       RECIPES                       LIFE                       INSTAGRAM                       FACEBOOK                       PINTEREST



29.1.14

Comida de conforto que não vai ao forno.






























Podia dizer que toda a comida que eu considero 'de conforto', vai ao forno.
Mas como todas as regras, esta também tem excepção.
Se calhar mais do que uma, porque uma taça de sopa fumegante (dependendo dos ingredientes e da textura), também é capaz de me deixar mais animada num dia feio.
Estas almôndegas, feitas a partir de salsichas frescas, têm essa capacidade. E não é só em mim.
Basta ver a cara de alegria dos homens cá de casa, do maior ao mais pequeno, quando lhes digo que isto vai ser o jantar.
Aprendi a fazer almôndegas a partir de salsichas frescas com o Jamie Oliver.
Acho uma ideia genial e apesar de evitar cozinhar carne de porco, abro uma excepção para estas bolinhas deliciosas, que fui adaptando aos nossos gostos.
Sei que já há salsichas frescas de peru, por exemplo, mas nunca experimentei e desconfio que não ficam tão saborosas.
E se é para confortar, mimar e lamber os beiços, então que se abra a excepção.
Que por estes dias húmidos, frios e cinzentos, bem precisamos.






ALMÔNDEGAS DE SALSICHA FRESCA COM MOLHO RICO DE TOMATE

Para 4 pessoas

750 g de salsichas frescas
1 cebola grande
3 dentes de alho
Farinha qb
Azeite qb
Molho de tomate*
1 raminho de salsa ou coentros
Arroz branco, puré de batata, esparguete ou cuscuz para servir

Num tacho grande, deite um fundo de azeite e leve a alourar a cebola picada e os alhos igualmente picados.
Coloque um pouco de farinha num prato fundo ou taça larga.
Com uma faca, faça uma incisão ao longo do comprimento das salsichas e retire a pele. Com as mãos húmidas, retire pedaços de carne e faça bolinhas. Passe as bolinhas pela farinha e vá colocando no tacho, assim que a cebola e o alho tiverem amolecido e começado a dourar.
Vá descolando as bolinhas do fundo do tacho, com cuidado para não se desfazerem, de forma a que todas fiquem ligeiramente coradas e 'seladas', uns 10/15 minutos.
Junte o molho de tomate e deixe cozinhar em lume brando mais 20/25 minutos, acrescentando água e rectificando os temperos se for necessário. Mexa de vez em quando, para evitar que as almôndegas colem ao fundo do tacho e fiquem queimadas.
Nós gostamos de as comer com cuscuz simples, mas podem servir com outros acompanhamentos, como puré de batata ou arroz branco.

Gosto de fazer o molho de tomate com antecedência e juntá-lo na hora às almôndegas, mas se não tiver o molho já pronto, pode juntar os ingredientes do molho (vinho branco, louro, tomate, pimento e cenoura) às almôndegas: ainda na fase do refogado, junte o louro e refresque com um pouco de vinho branco. Depois junte o tomate, o pimento e a cenoura, tudo partido em pedacinhos. Deixe cozinhar bem, rectificando os temperos antes de servir.

*Molho de tomate

3 tomates grandes e maduros (ou 1 lata de tomate pelado)
1 cebola
2 dentes de alho
1/2 pimento vermelho (fresco ou de conserva)
1 cenoura média
1 folha de louro
Vinho branco qb
Azeite
Sal e pimenta preta acabada de moer

Levar ao lume o azeite, a cebola, o alho e o louro. Quando a cebola estiver translúcida e a querer dourar, juntar a cenoura e o pimento partido em cubinhos e o tomate sem pele, temperar de sal e deixar cozinhar alguns minutos. Juntar um pouco de vinho branco e deixar cozinhar mais uns 10 minutos.
Retirar o louro e retificar os temperos juntando um pouco de pimenta preta acabada de moer. Triturar (eu faço tudo na Bimby) e usar ou guardar em frascos para utilizar mais tarde.


18 comentários:

Fátima Fonseca disse...

Que lindas ficaram essas almôndegas.
Cá em casa é uma refeição bem apreciada por todos.

frango do campo disse...

eu tenho na minha lista de conforto muita comida que não vai ao forno. gosto tanto de almondegas hehe e só de as ver fiquei logo com vontade que fosse o meu almoço :) beijinho**

life in paradise disse...

ADOREI esta comida, só de olhar já me reconfortou!! Vou experimentar de certeza!
Uma pergunta, o molho de tomate que fazer quanto tempo dura em frasco?
Beijinhos do Paraíso *.*

Ondina Maria disse...

Nunca me teria ocorrido fazer almondegas com salsicha fresca. Quero experimentar isto. Mas vou adicionar linguiça fresca e carne picada (vitela). Depois conto como correu :)

Cozinhar sem Lactose disse...

Nós cá em casa também adoramos salsichas frescas!!! Estas almôndegas devem ficar de lamber os dedos! ;-)

Ana Rita disse...

Até as fotografias transmitem esse conforto...Já fiz uma receita parecida a esta e também foi bastante reconfortante comê-las,lol!!!
Bjoka
Rita

iwantobakefree disse...

Lá em casa também comida de conforto e alegria também é grande quando digo o que é para jantar. Costumo comprar umas muito boas num talho. É uma boa alternativa! Beijinhos

Tertúlia da Susy disse...

É mesmo comidinha reconfortante!
Bjs, Susana
Nota: Ver os passatempos a decorrer no meu blog:
http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2014/01/tronco-de-ano-novo-trunk-of-new-year.html
https://www.facebook.com/Tertuliadasusy

Petiscos e Miminhos disse...

eu quero um bocadinho para o jantar :))

Susana Machado disse...

Huuummm... que belo aspecto!
Beijinhos,
http://sudelicia.blogspot.pt/

Lume Brando disse...

Obrigada a todas pelos simpáticos comentários, sabe muito bem lê-los :)
Life in Paradise: eu costumo manter no frigorífico, num frasco limpo e bem fechado, 3 ou 4 dias no máximo, mas se sei que não vou usar nesse período de tempo, congelo. Aprendi com a minha mãe: no Verão, quando os tomates maduros abundam, fazia panelões de molho de tomate, que colocava em frascos e congelava para ir usando :).
Ondina: normalmente as salsichas frescas já são condimentadas, se calhar não vais sentir falta da linguiça... mas experimenta e depois conta como correu :)

Beijinhos para todas
Teresa

Maria João Barbeitos disse...

Adorei a sugestão... nhamiiiiiiiiiii!

life in paradise disse...

Olá Teresa!
Obrigado pela dica que veio exatacmente ao encontro do que pretendia, aproveitar as quantidades absurdas de tomate que o meu pai tem no verão!
Dica muito fixe, obrigado!!
Beijinhos do Paraíso *.*

Maria João Clavel disse...

Querida Teresa,
Nunca fiz estas almôndegas.. mas... ai.. estou a salivar! Têm um aspecto delicioso, tenho mm de experimentar.
Só não estamos muito de acordo com a comida de conforto ter de ser de forno... porque tenho uma lista interminável de comida de conforto sem ser no forno.. ahahaah :)
Beijinhos

Lia Teixeira disse...

Comida de conforto é aquela que proporciona bem estar e sentimento de segurança e como tal, é aquela que a nós nos aquece a alma e estas tuas almôndegas aquecem a alma só de olhar!
Eu faço muitas vezes almôndegas de salsicha fresca e aprendi com a Donna Hay e adoro, pois é um atalho fabuloso para um resultado super delicioso!
Beijinhos grandes e bom fim de semana,
Lia.

Masterchef cá de casa disse...

Não sou grande fã de almondegas. mas estas ficaram no olho.
Vou fazer.

Coisas e Coisinhas disse...

Que aspeto simplesmente fantástico!!!
Também eu me inspirei no Jamie Oliver e já experimentei almondegas feitas de salsichas frescas :) Uma delícia :)
Aproveito para dizer que as fotos deste blogue são divinais :)

Beijinhos
Vânia

http://www.coisasecoisinhasdecomerechorarpormais.blogspot.pt/

Vento disse...

estou chegando da casa da Nita...
... comida de conforto... hummm, adorei :))

fiquei freguesa deste restaurante :)
beijo.