ABOUT                       RECIPES                       LIFE                       INSTAGRAM                       FACEBOOK                       PINTEREST



1.9.16

Começar setembro a petiscar.
















Setembro chegou, mas depois de um inverno tão prolongado como este último, acho que ninguém quer ouvir falar de outono.
O tempo parece estar do nosso lado e espero que assim continue nos próximos dias, pois seria sinónimo de um regresso às aulas menos contrariado. Cá em casa não temos crianças com saudades da escola (ainda estou a decidir se isso é bom ou mau), no mais velho há até alguma rejeição. Mas com sol tudo parece mais fácil e enquanto não muda a hora sempre dá para esticar um pouco o tempo de brincadeira, por isso S. Pedro, I'm counting on you!

E é para aproveitarmos o verão até à última gota de cerveja gelada (ou de limonada, para quem preferir), que trago a minha receita de guacamole, provavelmente igual ou parecida a tantas outras. Afinal, guacamole é uma mistura de abacate, tomate e cebola, e é nas ervas e nos temperos que esta receita de origem mexicana normalmente varia. Os cominhos, por exemplo, nem sempre aparecem, mas provei um guacamole com cominhos em casa de um primo, gostei muito e por isso agora uso também (só uma pequena pitada).

Esta é a versão que levei ao Fresquinho, um evento do Festival oito24 em que tive o prazer de participar e de já falei aqui. É uma receita perfeita para o fim de semana que aí vem, até porque daqui a algum tempo os (bons) tomates desaparecem das prateleiras. 

Nas fotos aparecem aperitivos de milho de compra, mas no showcooking servi-os com pão de milho. Aconselho mesmo a experimentarem: torrem fatias de broa de milho, por exemplo, e sirvam-nas como acompanhamento do guacamole: delicioso e bastante mais saudável.

Ah, só por curiosidade, consta que o nome guacamole é uma evolução da palavra original, de um dialeto azteca, que juntava as palavras antigas 'ahucatl' (abacate - aguacate em espanhol) e 'molli' (molho).















GUACAMOLE

1 abacate maduro
2 tomates-chucha maduros ou 1 tomate coração de boi médio-grande maduro ou o equivalente em tomates-cereja
1 cebola média finamente picada
2 colheres de sopa de coentros frescos picados
Sumo de lima ou limão
Azeite qb
Sal marinho qb
Pimenta preta moída na hora qb
Cominhos em pó qb

Descascar e descaroçar o abacate. Regar com sumo de limão (ou lima) e picá-lo finamente sobre uma tábua de cozinha (deve ficar uma espécie de puré grosseiro), passando-o depois para uma taça.
Picar a cebola e o tomate finamente e juntar ao abacate. Mexer bem e juntar um fio de azeite, uma pitada de sal e pimenta preta, um pouquinho de cominhos em pó e mais sumo de limão ou lima, se for caso disso. Juntar por fim os coentros picados. Envolver tudo muito bem, provar e retificar os temperos e passar para a taça de servir.
Acompanhar com aperitivos de milho ('tortilhas') ou fatias de pão de milho torrado.

Receita atualizada em 6/9/2016.


6 comentários:

Ruth Miranda disse...

POis... eu estou a pedir o Outono, sinceramente ahahaha. Quero umas temperaturas mais fresquinhas, quero as folhas a cairem e um ventinho a soprar, quero umas nuvenzinhas no céu e o cheiro a terra molhada da primeira chuvada de fim de Verão... mas acompanhado de um belo guaca como este!!
http://bloglairdutemps.blogspot.pt

Patanisca disse...

Adoro, muito fresco e delicioso!

Luisa B. disse...

É um dos meus petiscos preferidos. Muito bom. O meu guacamole é muito identico. Para mim os cominhos são indispensáveis, muitas vezes não aparecem nesta receita. Ponho um pouco de alho picado. Beijinho

Maria João Barbeitos disse...

Que boa sugestão. Simples e deliciosa... cá por casa o regresso também se divide entre ansiedade e desânimo! Mas tem que ser! Bom recomeço!

Alho Francês disse...

Guacamole é daqueles "petiscos" que não me importava de comer todos os dias! Adoro!
Alho Francês - Blog Verde

Tânia Tiago disse...

E que belo petisco. Ficou fantástico.
Beijinho!!!

Bimby & SAbores da Vida